domingo

Cuide das flores todos os dias







"Disse-me ainda: está cumprido: Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem tiver sede, de graça lhe darei a beber da fonte da água da vida" (Apocalipse 21.6).


As flores que estavam num vaso do quintal morreram de sede e calor, porque fiquei tão concentrada em outros afazeres que me esqueci de olhar para elas. Tentei inutilmente jogar muita água sobre o vaso, mas não consegui ressuscitá-las. Se eu tivesse usado apenas alguns minutos diários dos muitos que tenho, elas ainda estariam no meu jardim.

Com a morte das minhas flores, comecei a pensar no fato de que algumas coisas na vida não conseguem sobreviver se não receberem um cuidado diário. E nossa vida devocional é o maior exemplo disso.

Assim como não podemos deixar de regar as flores e plantas de casa para que elas consigam suportar o calor do dia, também não poderemos suportar as inúmeras pressões da existência humana se não tomarmos o cuidado de entrar na presença de Deus diariamente.

Muitas pessoas nunca se lembram de Deus durante a correria da semana. E, quando chega o domingo, limpam a poeira da Bíblia e correm para a Igreja. Eu li em algum lugar que os cactos conseguem ficar mais de seis meses sem receber a água das chuvas. Mas os cristãos não são cactos. Eles são como aquelas flores delicadas que eu perdi e precisam receber a Água da Vida todos os dias.

Assim como preciso regar diariamente as minhas plantas, todo cristão precisa estar na presença de Deus para regar a sua existência. É no momento devocional que recebemos a água da vida. É o contato diário com Jesus que refrigera a nossa alma. Sem Ele caminhando conosco, ficaríamos secos e mortos em nossos pecados.


Cuide das flores do seu jardim espiritual todos os dias e não deixe que elas morram, até que o Jardineiro volte para nos buscar.




Nenhum comentário:

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog